Cobrança facilitada com a emissão de faturas pelo DataJuri

Com a abordagem vigente do artigo 42 do Código de Ética e Disciplina (CED) da Ordem dos Advogados do Brasil, nada impede que os advogados cobrem seus honorários por fatura / boleto bancário:

 

“O boleto bancário não é um título de crédito, mas, sim, um documento compensável e destinado a servir como meio de cobrança de valores líquidos e certos, contratados e aceitos. Pode ser usado para a cobrança simples de honorários advocatícios quando houver previsão contratual e expressa concordância do cliente, sem a discriminação do serviço prestado, vedada qualquer instrução ao banco recebedor sobre penalidades em caso de inadimplemento. Precedente: proc. E-1. 794/98 – v.u. em 17/12/98. Proc. E-3. 352/2006 – v.m., em 20/07/2006, do parecer e ementa do Rel. dr. LUIZ ANTÔNIO GAMBELLI – Rev. dr. BENEDITO ÉDISON TRAMA – Presidente Dr. JOÃO TEIXEIRA GRANDE.”

 

Partindo dessa premissa, o DataJuri apresenta, entre suas funcionalidades na área de Custas/Despesas, a opção de gerar fatura para cobrança de serviços do escritório ou de um advogado.

 

O recurso é ideal para quem busca praticidade de realizar a cobrança e segurança do pagamento. Para os clientes, o grande diferencial é que aparece tudo de forma detalhada, o que está sendo cobrado pelo escritório.

 

Para saber mais como gerar fatura de cobrança, acesse a Central de Ajuda DataJuri.